Skip to content

Poemas de Satan

I

O Conhecedor sabe que a aprendizagem dos povos
contém algo de meu mar de conhecimento
A árvore de lótus no sétimo céu
é o lugar da minha revelação
Por que eu sou o todo-ouvinte, o omnisciente
Glorificada é minha santidade e elevado é o meu nome
Paraíso é o meu vinho e Inferno é
o calor do meu vento abrasador
Constelações prostaram-se para mim
até que eu estivesse elevado
Como a prostração de servos ao servido
E todos aqueles no universo disseram-me:
Oh Deus, leva-nos ao caminho reto!

II

Minha honra preside tudo
E por isso eu sou o único,
o mais forte e o mais perfeito
E eu chamo na minha força
que é a regra além de mim
Eu sou o excelente e mais alto
Oh meus fiéis creiam em mim, não me ignorem
Pois descrença é a característica dos egoístas
Eu dou aos infiéis um fogo
sempre perto para beber
e brisas para aos que creem em mim
Louvores a mim, glorificada é a minha habilidade
Elevada é a minha sublimidade,
aqui estou eu, o Rei da Terra

III

Eu criei os homens do tempo
Os sete Terras e os sete céus
Estes são os meus sóis que brilham nos mundos
Orientam o perplexo e meus
segredos estão escondidos
Eu sou aquele que cria no ventre como eu gosto
Eu fiz as pessoas os milagres
aparecem em minhas criações
Eu sou o ser dos seres e todos os seres
Eu sou aquele que preenche todos
os mundos com minhas criações
Eu sou o Deus dos Deuses e todo o trono
E todos os céus são minhas invenções
Eu sou o único cujo segredo é venerado
Para mim são as graças, louvores a mim,
venerado é o meu ser


VOLTAR PARA AS DOUTRINAS DE SATAN